08.06.2019 | 08h00


DESAPARECIDO HÁ 50 ANOS

Mulher descobre que irmão ‘sequestrado’ está vivo após reportagem do RepórterMT

Quando foi entrevistado, Gilberto Conrado do Nascimento estava passando fome e 'morava' embaixo do Viaduto do Despraiado, em Cuiabá.


DA REDAÇÃO

Após ler uma reportagem do site  que contou a história de um homem que vivia debaixo do viaduto do Despraiado, em Cuiabá, e o reconhecer por meio de um vídeo, Maria de Lourdes Conrado do Nascimento, 72 anos, passou a procurar seu irmão Gilberto Conrado do Nascimento – desaparecido há mais de 50 anos - insistentemente por todo o Estado de Mato Grosso.

Maria contou que morava na cidade de Jardins, estado do Ceará, quando toda família se mudou para Cabrobó, no Pernambuco, para fugir da forte seca. Mas perdeu o contato com Gilberto quando ela e outros três irmãos decidiram voltar para o Ceará, após o pai morrer vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a mãe também falecer anos depois deixando os seis filhos órfãos.

"É ele, tenho certeza. Essa é a história do meu irmão, me ajude. Ele foi enganado e sequestrado por um homem", disse Maria de Lourdes.

Gilberto e Paulo foram os únicos que decidiram continuar morando no Pernambuco até, segundo a família, serem levados para São Paulo. depois da viagem Gilberto Conrado do Nascimento nunca mais foi visto pela família.

Porém, em janeiro de 2014, ano da Copa do Mundo, um senhor de 60 anos de idade à época, que se dizia pedreiro, concedeu uma entrevista a Abdalla Zarour, do RepórterMT. Ele disse que não tinha família no estado, passava fome e morava embaixo do viaduto.

Ao encontrar o relato na internet, Maria de Lourdes percebeu a semelhança do homem com seu irmão e ficou ainda mais emocionada ao ver o vídeo e ouvir a história de que havia nascido no Ceará e veio parar em Mato Grosso depois de ter passado por Santa Catarina e São Paulo.

“Estou sem minha família [pai e mãe] há 49 anos; quando fui para São Paulo eu praticamente fui raptado e enganado”, comentou.

"Estou sem minha família [pai e mãe] há 49 anos; quando fui para São Paulo eu praticamente fui raptado e enganado", Gilberto Conrado.

Ele disse que não se lembra porque deixou a família no estado cearense para ir para São Paulo, com um senhor chamado José Freire. Gilberto trabalhava numa obra no Bairro Quilombo, em Cuiabá.

O idoso afirma que passa mal e aparenta ter saúde frágil. Ele comentou que estava muito doente. Depois da reportagem não foi mais visto na região.

“É ele, tenho certeza. Essa é a história do meu irmão, me ajude. Ele foi enganado e sequestrado por um homem”, disse ela à reportagem sem conseguir dar mais detalhes sobre a história.

A irmã acredita que ele ainda esteja vivo e pede um reencontro.

“Precisamos reencontrar. Quem souber alguma notícia dele pode entrar em contato conosco”, destacou Maria de Lourdes.

Para quem tiver informações sobre o paradeiro de Gilberto Conrado do Nascimento pode entrar em contato com a família através do telefone e WhatsApp (85) 99642-8297.

Veja o vídeo de Gilberto Conrado:

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

ELVIS   13.06.19 15h40
NA REALIDADE ELE TEM UMA FAMÍLIA AQUI EM CUIABÁ E A FAMILIA OLIVEIRA ELES MORAM NA ESQUINA DA RUA 17 COM AVENIDA B ELES CUIDAVAM DELE COMO SE FOSSE FILHOS DELE INCLUSIVE ELE CONSTRUIU VARIAS CASAS NA REGIÃO DO JARDIM VITÓRIA, MAIS SEM MOTIVO APARENTE SUMIU DA VIDAS DELES E ESTA VIVANDO COMO ANDARILHO.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER