27.01.2020 | 10h40


MENORES INFRATORAS

MP apura denúncia de assédio e agressão contra adolescentes do socioeducativo

De acordo o procedimento preparatório do Ministério Público, as internas foram agredidas em 2019 e que, na época, sofriam assédio moral da então diretora da unidade.


DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) recebeu denúncia apontando que as adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo Internação Feminina, em Cuiabá, foram agredidas e que também sofrem constantes assédios morais na unidade.

Uma equipe foi designada para coletar informações referente à denúncia. O ‘procedimento preparatório” foi instaurado pelo promotor Luciano André Viruel Martinez, da 19ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Cuiabá.

Conforme o documento do MP, a denúncia foi feita de maneira anônima na ouvidoria do órgão. Além das agressões por parte dos agentes, a denúncia aponta ainda a participação da então diretora da unidade, Andressa Rosa. A agressão teria acontecido em setembro de 2019.

“As adolescentes internas no Centro de Atendimento Socioeducativo Internação Feminina — Cuiabá, foram agredidas pelos agentes socioeducativos no dia 25 de setembro de 2019 e que constantemente sofrem assédio moral por parte da Sra. Andressa Rojas Rosa, diretora da Unidade”, consta.

A reclamação aponta que as internas sofrem agressões físicas e psicológicas na unidade.  Por isso, o promotor resolveu instaurar o procedimento para “melhor apurar, em todas as suas circunstâncias os fatos acima narrados, que poderão levar .4 propositura de AÇÃO JUDICIAL ARQUIVAMENTO ou outras providências legais”.

O promotor deu 15 dias para que a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) forneça informações referentes ao caso e também nomeou uma equipe para investigar as afirmações contidas na denúncia.

Outro lado

Ao , a Sesp confirmou que está colacionando os documentos requisitados pelo Ministério Público, mas que não vai prestar mais informações do caso pelo fato do promotor ter colocado o procedimento em sigilo.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO