30.08.2015 | 10h30


SUBIU NA CAIXA D'ÁGUA

Militares conseguem evitar que mulher 'se jogue' com filho de dois meses no colo

Ainda não se sabe se ela fez isso por transtorno mental ou devido a problemas sociais e econômicos.


DA REDAÇÃO

Uma equipe do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Polícia Civil, de Sorriso, conseguiram evitar que uma mulher se suicidasse, com um filho recém-nascido no colo, pulando do alto de uma caixa d´água.

A equipe de socorro chegou à casa, que fica na rua Iraí, por volta das 19h30 deste sábado (29), e encontrou a vítima em estado psicológico transtornado. O Sargento Demori, do Corpo de Bombeiros, disse à Rádio Sorriso, que noticiou o fato, que ela ameaçavam se jogar a todo momento.

Os militares do Corpo de Bombeiros utilizaram uma técnica de distração em que o resgate é realizado após um longo diálogo e, em determinado momento, a mulher e seu filho de dois meses apenas foram resgatados com segurança.

A Polícia Civil e a Polícia Militar deram o apoio necessário e também orientavam a mulher a não pular.

A suspeita é de que ela esteja com depressão pós-parto ou esquisofrenia, já que os vizinhos relataram à equipe de socorro que há dias ela vinha falando que quer “ver sangue”, o que denota que o caso não seria de desespero pelas condições sociais e econômicas da vítima. No entanto, não há uma certeza do que tenha levado a mãe a pensar em sucicídio.

Não há indícios de que ela seja usuária de drogas lícitas ou ilícitas.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO