02.11.2014 | 14h24


SAÚDE NA UTI

Mendes deve lançar licitação para novo Pronto-Socorro nos próximos dias

A previsão é que a ordem de serviço seja dada ainda este ano, e dentro do prazo de 22 meses a obra deve ser entregue para a população


DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Cuiabá deve lançar na próxima quinta-feira (06), a licitação para as obras de construção do novo Hospital e Pronto-Socorro. A previsão é que a ordem de serviço seja dada ainda este ano, e dentro do prazo de 22 meses a obra deve ser entregue para a população.

Inicialmente, o processo licitatório deveria ter sido lançado no dia 25 de setembro, mas devido alguns entraves burocráticos o lançamento do edital ficou para o mês de novembro.

O prefeito Mauro Mendes (PSB) afirmou que irá cobrar dos cinco deputados federais eleitos pela coligação “Coragem e Atitude para Mudar” o envio de R$ 3 milhões em recursos de emendas impositivas para a construção da nova unidade de saúde.

“O Pronto-Socorro de Cuiabá é um compromisso que toda bancada tem que assumir. Eu vou pedir. Eles têm uma emenda de R$ 15 milhões obrigatória. A metade é impositiva na Saúde. Vou pedir pelo menos R$ 3 milhões de cada deputado para o Pronto-Socorro, que é o grande hospital público de Mato Grosso. Tenho certeza que vão assumir e honrar com esse compromisso", declarou o prefeito em entrevista à Rádio Mega FM, no programa Chamada Geral.

Serão investidos R$100 milhões para a conclusão da obra, desse total  R$ 75 milhões serão investidos na construção do hospital e R$ 25 milhões na compra de equipamentos. Parte dos recursos já está garantida para dar início ao processo licitatório.

O novo Pronto-Socorro será edificado em uma área de 21 mil metros quadrados de área construída e ocupará sete hectares próximos ao Centro de Eventos do Pantanal.

A nova estrutura contará com 300 leitos, entre eles 60 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 38 leitos de observação, 198 para internação e outros 20 leitos exclusivos para tratamento de queimados, além de seis centros cirúrgicos,. Para facilitar a mobilidade o hospital contará com 444 vagas de estacionamento e um heliponto.

Além dos serviços de urgência e emergência, também serão disponibilizados consultas e exames nas áreas de cardiologia, neurologia, angiologia, cirurgia vascular, ortopedia, cirurgia geral, ginecologia, urologia, entre outras.

 

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER