12.02.2020 | 09h00


CRIME PASSIONAL

Justiça manda prender assassino confesso de fisiculturista

Nicolas Jordani Pereria assassinou o fisiculturista Marcos Camargo com sete tiros numa casa noturna 'Music Bar' de Rosário Oeste no domingo


DA REDAÇÃO

O Poder Judiciário de Mato Grosso, por meio da Comarca de Rosário Oeste (128 km da Capital), expediu um mandado de prisão preventiva para o fisiculturista Nicolas Jordani Pereira, de 26 anos, conhecido como Nick Locatelli, na última terça-feira (11). A decisão ocorreu após o ele confessar ter matado o também fisiculturista Marcos Vinícius Camargo, de 22 anos, na madrugada do último domingo (09), em frente a uma casa noturna de Rosário Oeste.

No entanto, ao checar o sistema do Judiciário foi informado que o pedido ainda estava pendente, ou seja, Nicolas ainda não foi detido. (veja abaixo)

O assassino compareceu à unidade policial, na segunda-feira (10), com seu advogado, e teve a confissão ouvida pelo delegado do caso, Henrique Trevizan. 

No depoimento, Nicolas explicou que no passado os dois tiveram um relacionamento amoroso com uma mulher e que desde então criaram uma rixa.

Leia mais: Assassino de fisiculturista se entrega à polícia, confessa crime e sai de delegacia pela porta da frente

O crime 

O fisiculturista Marcos Camargo foi assassinado com sete tiros em uma casa noturna 'Music Bar' localizada na Avenida Arthur Borges.

No dia do crime, a polícia informou apenas que um homem, não identificado, se aproximou, efetuou sete tiros contra a vítima e fugiu.

O jovem não resistiu e morreu ainda no local.

Uma mulher também foi atingida no ombro por uma bala perdida. Ela foi socorrida e encaminhada para o hospital.

O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

 

Veja o mandado de prisão:

RepórterMT/Reprodução

O assassino confesso ainda está em liberdade.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO