09.07.2016 | 15h18


GERAL / HOJE TEM JOGO

Justiça libera Arena Pantanal para eventos já agendados

Jogos e eventos marcados acontecerão normalmente, inclusive final do Campeonato Nacional de Futebol Americano e show gratuito do NX Zero, neste sábado.



A Justiça Estadual atendeu nesta sexta-feira (08) o pedido de liberação da Arena Pantanal para garantir a realização de eventos que já estavam marcados. O pedido foi feito pelo Estado, que realizou as intervenções necessárias para o funcionamento adequado, sem risco aos usuários.

Com isso, a final do Campeonato Nacional de Futebol Americano, marcado para a tarde deste sábado (09) está confirmado no estádio, com vários shows regionais antes do jogo e ao final dele, show nacional da banda de rock NX Zero, que já fez a passagem de som no local.

Responsável pela decisão, a juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular, destacou que a empresa Concremat Engenharia e Tecnologia S/A, que foi contratada para realizar os serviços de engenharia especializados de fiscalização, supervisão e gerenciamento das obras de construção da Arena Pantanal, informou que foram realizados os serviços de fixação dos rufos metálicos nos setores norte e leste e das placas de fibrocimento nos Setores Oeste e Sul da Arena Pantanal.

No caso, a interdição tinha sido decretada justamente por conta dos rufos e das placas de fibrocimento. Entretanto, no dia seguinte à decisão o Estado contratou emergencialmente a empresa Oliveira & Castilho Ltda. – ME,  que realizou os reparos necessários para a liberação.  

Segundo a juíza, a empresa gerenciadora também atestou que “não há mais risco de queda destes materiais ou risco para o público usuário da Arena Pantanal”. Por isso, a arena foi liberada. “Diante dos documentos técnicos apresentados que indicam a ausência de potencial risco a integridade física dos usuários da Arena Pantanal, não mais persiste, por ora, o motivo que determinou a interdição do local”, concluiu a magistrada.

Divulgação

baterista nx zero

 Daniel Weksler, baterista do NX Zero, durante passagem de som agora há pouco, na Arena. 

 

Decisão anterior

Nesta semana a Justiça Estadual determinou em carácter liminar o bloqueio de mais de R$ 28 milhões das contas da empresa Mendes Júnior até que ela retorne e conclua as obras da Arena Pantanal. Pela decisão, os recursos serão bloqueados até que a empresa realize os reparos e elimine os vícios construtivos, que são de responsabilidade da Mendes Júnior. Além disso, a magistrada determina que a empresa finalize as pendências para que a Arena possa obter a Certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED).

Na ação, a PGE, por meio da Subprocuradoria-Geral de Defesa do Patrimônio Público e o MPE destacam que caso a certificação não seja obtida no prazo estipulado (dezembro de 2016), o Estado de Mato Grosso sofrerá penalidades irreparáveis. As consequências são: vencimento antecipado dos contratos firmados com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), restrições cadastrais nos órgãos de proteção ao crédito e Banco Central, além de multa e atualização do valor financiado pelos juros praticados no mercado, uma vez que os financiamentos para as arenas da Copa tiveram linhas de créditos especiais com juros mais baixos.

Leia também:

Justiça bloqueia R$ 28 milhões da Mendes JR e interdita estádio da Copa para eventos 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO