16.10.2019 | 16h35


TRIBUNAL DO JÚRI

Justiça absolve homem acusado de matar ladrão com golpes de telha na cabeça

O crime aconteceu no bairro Três Barras, região da grande CPA, no ano de 2009.


DA REDAÇÃO

Jonas da Souza Cruz foi absolvido no processo em que trata do assassinato de Cornélio Maciel Ferreira. O julgamento aconteceu na terça-feira (15) e a absolvição foi proferida pela Juíza Monica Catarina Perri Siqueira, após análise do caso pelo Tribunal do Júri.

Conforme noticiado pelo , Jonas matou Cornélio com golpes de telha e capacete na cabeça em setembro de 2009. Cornélio era acusado de ter invadido o salão do pai do assassino e furtado alguns produtos meses antes de ser morto.

O crime aconteceu durante a madrugada numa rua do bairro Três Barras, na Capital. Devido aos ferimentos, Cornélio não resistiu e morreu ainda no local.

De acordo com a decisão, o Júri reconheceu que a autoria do assassinato foi de Jonas, porém, não houve votação devido à absolvição do acusado.

“Submetido nesta data a julgamento popular, reconheceu o Colendo Conselho de Sentença, a materialidade e autoria delitiva. Contudo, no terceiro quesito, o absolveu o acusado, restando, por conseguinte, prejudicada a votação dos demais quesitos. Assim, atenta à soberana decisão do Conselho de Sentença, a qual estou vinculada, ABSOLVO o acusado JONAS SOUZA DA CRUZ, qualificado nos autos, o que faço com fundamento no artigo 386, inciso VI, do Código de Processo Penal”, decidiu a magistrada”, decidiu a magistrada.

Também foi determinada a baixa em antecedentes criminais de Jonas relacionadas ao caso.

“Oficie-se aos órgãos competentes para as baixas nos registros de antecedentes e, não havendo pendências, arquivem-se os autos com as providências de costume”, finalizou.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO