18.10.2019 | 18h40


ÁLCOOL E DIREÇÃO

Juiz cita indignação e mantém na cadeia motorista bêbado que causou morte de jovem em MT

Em audiência na tarde dessa quinta-feira (17) o juiz decretou a prisão preventiva de Alex dos Santos Queiroz.


DA REDAÇÃO

Alex dos Santos Queiroz, 35 anos, acusado por dirigir bêbado e causar o acidente que matou Suelen Fernandes Santiago, 23 anos, na noite de quarta-feira (16), às margens da MT-242 no perímetro urbano de Sorriso (400 km de Cuiabá), foi mantido preso após o juiz da 2ª Vara Criminal do município, Anderson Candiotto, determinar a conversão da prisão em flagrante em preventiva.

A determinação ocorreu durante audiência de custódia, na tarde de quinta-feira (17).

De acordo com o juiz, mesmo se tratando de uma ocorrência de homicídio culposo é preciso levar em consideração a gravidade do acidente.

“Verifica-se que a conduta do autuado gerou a perda de uma vida humana, a indignação gerada pela violência no trânsito, decorrente da combinação embriaguez e volante, faz com que a sociedade cobre do judiciário uma resposta imediata. Diante do exposto, [...] DECRETO A PRISÃO PREVENTIVA de ALEX DOS SANTOS QUEIROZ, com qualificação nos autos, já que presentes os requisitos constantes do art. 312 e art. 313, ambos do Código de Processo Penal”, citou o juiz na sua decisão.

O caso

Suelen Fernandes Santiago morreu na noite de quarta-feira (16) após a motocicleta em que ela estava na garupa foi atropelada por um Volkswagen Gol.

O veículo era conduzido por Alex dos Santos Queiroz na MT-242, em Sorriso (400 km de Cuiabá).

O Corpo de Bombeiros foi acionado e ainda prestou atendimento de primeiros socorros e encaminhou a vítima para o Hospital Regional de Sorriso, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada na unidade.

O condutor da motocicleta foi socorrido com vida. O não conseguiu confirmar seu atual estado de saúde.

Alex não se feriu e foi preso no local do acidente após o teste do bafômetro acusar 0,35 mg/l de álcool expelido por litro de sangue, o que já configura crime.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO