03.06.2020 | 10h05


GERAL / FAMÍLIA EM RISCO

Jovem deixa de tomar remédios, tem surto psicótico e coloca fogo na própria casa

Caso foi registrado no bairro Colinas Verdejantes, em Várzea Grande, na madrugada desta quarta-feira e família se comprometeu a retomar tratamento


DA REDAÇÃO

Um jovem com problemas psiquiátricos, que não teve o nome revelado, sofreu queimaduras ao incendiar a própria casa durante um surto na madrugada dessa quarta-feira (03), no bairro Colinas Verdejantes, em Várzea Grande.

Segundo a família, o rapaz faz tratamento no Hospital Adalto Botelho, mas não estava tomando seus remédios controlados e a falta da medicação teria levado ao surto.

Uma equipe de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu a ocorrência e prestou socorro à vítima, que tinha queimaduras leves pelo corpo e um corte profundo no pé esquerdo. Em seguida, o paciente foi encaminhado ao Pronto-Socorro do município para cuidados médicos específicos.

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 3h para combater as chamas, mas quando os militares chegaram foi verificado que o fogo havia sido controlado por moradores da região, ficando por conta dos socorristas a inspeção da residência e o rescaldo dos escombros, evitando que possíveis focos dessem início a novo incêndio.

De acordo com a ocorrência, o fogo queimou a dispensa da casa, uma parte da sala e ainda provocou danos no forro e telhado.

A Polícia Militar (PM) foi acionada, por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), quando se deslocou ao endereço, isolou o local e conversou com os proprietários da casa.

Questionada sobre os fatos, a família explicou as condições clínicas do filho e ressaltou que ele não estava mais tomando os remédios. A mãe ainda se comprometeu a retomar o tratamento do rapaz e acompanhar de perto para que o filho não fique sem tomar os remédios.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO