04.09.2015 | 15h10


GERAL / PARAÍSO EM CHAMAS

Incêndio se aproxima do Parque da Chapada; pontos turísticos fechados

Corpo de Bombeiros atua no local, deste esta quinta-feira, inclusive com avião, que ejeta 3,1 mil litros de água por voo. Ainda não há informações concretas sobre a origem do fogo que atingiu a área federal.


DA REDAÇÃO

Um incêndio forçou o fechamento de vários pontos turísticos dentro e fora do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, nesta quinta-feira (3), ainda sem prazo para liberação.

Entre os pontos interditados estão a cachoeira Véu de Noiva, a Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados.

Entre os pontos interditados estão a cachoeira Véu de Noiva, a Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados. Todos os demais atrativos estão abertos, mas apenas para visitação acompanhada de guia credenciado ao Parque.

Conforme a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, o Corpo de Bombeiros está na região do incêndio, debelando as chamas, inclusive com o suporte de um avião, que ejeta 3,1 mil litros de água por voo. Brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) também estão atuando.

Ainda não há informações concretas sobre a origem do fogo que atingiu a área federal e, de acordo com a direção do Parque, "esta não é a prioridade no momento".

O fogo iniciou na terça-feira (1) no entorno do Parque e na quinta à noite adentrou na Unidade de Conservação pela morraria do Quebra Gamela, porção sudoeste da área. A extensão da área atingida ainda não foi quantificada.

 

A chefe do Parque Nacional, Cintia Brazão, disse que o fogo chegou bem próximo aos principais pontos turísticos e que a interdição é necessária para o combate das queimadas.

O conversou com a direção do parque, que está acompanhando a operação.

Há cerca de 20 dias, outro parque de Mato Grosso pegou fogo. No dia 19 de agosto deste ano, equipes do Corpo de Bombeiros se deslocaram para o local do incêndio e tiveram muito trabalho para apagar o fogo, de grande proporção, no Parque Estadual de Nobres, a 120 quilômetros de Cuiabá. As chamas chegaram próximas à Gruta Lagoa Azul, região turística, visitada por brasileiros e estrangeiros o ano todo.

Nos mesmos dias, o Corpo de Bombeiros debelou um incêndio fora de controle na estrada de Manso, que se alastrava em direção a chácaras de alto padrão e ao clube de Golf Terra Selvagem, que é um condomínio com campo deste esporte e que abre para day use.

Esse incêndio provocou uma névoa seca que tomou conta do céu de Cuiabá.

O prejuízo dessas situções é grande, atingindo à saúde humana, piorando a qualidade do ar nas proximidades.

Contabiliza-se também a perda imediata de biodiversidade, morte de animais silvestres de pequeno e grande portes, restrição alimentar para aqueles que sobreviverem à queimada, estresse hídrico e poluição atmosférica.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO