19.09.2019 | 17h55


VEJA FOTOS E VÍDEO

Homem se assusta com tiroteio, pula da ponte Sérgio Motta e atravessa rio a nado

O caso foi registrado durante uma troca de tiros na manhã desta quinta-feira em Várzea Grande. Um bandido morreu e outro foi preso.


DA REDAÇÃO

Um homem, nome não revelado, foi abordado pela Polícia Militar (PM) após pular da ponte Sérgio Motta, que liga Várzea Grande à Capital, e atravessar o Rio Cuiabá a nado durante troca de tiros entre militares e ladrões de carro na manhã desta quinta-feira (19).

Os militares cercaram as margens, por suspeitar que o rapaz fizesse parte do bando criminoso que roubou uma Ford Ranger. Ao sair da água, ele foi abordado pelos militares, no entanto, hipótese foi descartada após relato do rapaz e verificação de informações sobre ele no sistema da polícia.

De acordo com os militares, o homem atravessava a ponte no momento em que a troca de tiros começou, assustado com os disparos e com medo de ser atingido, a primeira reação dele foi pular para sair do meio do tiroteio. Dentro do Rio Cuiabá, a única opção era ter forças para nadar até à margem e se salvar.

Um vídeo registrado do helicóptero do Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas), que dava suporte à operação dos policiais militares, flagrou o momento em que o rapaz atravessa o rio.

Veja o vídeo

Entenda o caso

A Polícia Militar (PM) trocou tiros com criminosos, na manhã desta de quinta-feira (19), na Avenida Sebastião Oliveira, na  Ponte Sérgio Motta, em Várzea Grande . Os bandidos fugiam, após roubar uma caminhonete Ranger Rover, na Capital. 

Um segundo veículo foi encontrado, no bairro Jardim das Oliveiras, em VG. O Chevrolet Corsa foi abandonado no local e teria sido utilizado para dar suporte aos bandidos durante o assalto. Veja reportagem completa aqui.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER