15.10.2019 | 12h15


GOLPES DE TELHA NA CABEÇA

Homem que matou acusado de furtar salão de beleza será julgado nesta terça-feira

O crime aconteceu no bairro Três Barras, em Cuiabá, em 2009.


DA REDAÇÃO

Jonas Souza Cruz será julgado pelo Tribunal do Júri de Cuiabá na tarde desta terça-feira (15) pelo assassinato Cornélio Maciel Ferreira, mais conhecido como Coroinha.

Jonas matou Cornélio com golpes de telha e capacete na cabeça em setembro de 2009. Ele responde o processo em liberdade.

Conforme o processo, o assassinato aconteceu durante a madrugada numa rua do bairro Três Barras, na Capital. Devido aos ferimentos, Cornélio não resistiu aos

O acusado matou Cornélio Maciel com golpes de telha e capacete na cabeça em setembro de 2009. Ele responde o processo em liberdade.

ferimentos e morreu ainda no local do crime.

Conforme consta na denúncia, a ‘vítima’ era acusada de ter invadido o salão de beleza do pai de Jonas meses antes e furtado diversos produtos. Além disso, ele ainda teria ameaçado Jonas de morte dias antes de ser executado.

“Consta do caderno policial que na data do delito, imbuído de sentimento de vingança, portanto, por motivo torpe, o Denunciado passou a desferir golpes com o capacete e a atirar telhas conta a vítima, atingindo-a em todas as partes do corpo, especialmente na cabeça, o quê impossibilitou sua defesa, e, com emprego desse meio cruel, causou-lhe politraumatismo, colimando na sua morte, conforme laudo pericial de necropsia”, consta nos autos.

O Júri está marcado para acontecer no Fórum de Cuiabá, às 15h.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO