21.06.2019 | 08h56


BUSCA MORTAL

Homem morre soterrado em garimpo ilegal de MT

Caso foi registrado na zona rural de Aripuanã. Mais de duas mil pessoas estão no local extraindo ouro ilegalmente


DA REDAÇÃO

O garimpeiro Jair Jose dos Santos, de 45 anos, morreu após ser soterrado em um buraco de oito metros, em um garimpo ilegal de ouro, na zona rural de Aripuanã (1002 km de Cuiabá), na quinta-feira (20). 

De acordo com o investigador chefe da Polícia Civil da cidade, João Cícero da Silva, a vítima estava no buraco, quebrando pequenos pedaços de pedra com um martelete, quando um grande bloco de terra, na parte superior da escavação, cedeu e encobriu completamente o garimpeiro.   

A vítima teve parte do crânio e as duas pernas quebradas, o tórax esmagado e morreu na hora. No momento do acidente havia apenas um colega de Santos, que estava na superfície e depois chamou outros garimpeiros para a retirada do corpo.

O investigador Cícero disse que há mais de duas mil pessoas no garimpo, que era uma propriedade particular – para manejo e extração de madeira – e foi invadida em outubro passado.

A região conta com máquinas pesadas de diversos tipos para a extração do ouro como tratores, escavadeiras e caminhões. Além desse garimpo principal, o investigador disse que existem outros pequenos garimpos, que se formaram no entorno.

Cícero disse que em primeiro momento a Polícia Civil local tentou conter a ação dos invasores, mas o movimento tomou uma grande proporção que a situação ficou incontrolável.

Acrescentou que o caso agora é de responsabilidade do Governo Federal e há possibilidade de que a Força Nacional seja deslocada para região para acabar com o garimpo.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER