13.02.2020 | 12h15


APÓS BEBEDEIRA

Homem é condenado a 7 anos de prisão por matar o vizinho com facão

Vítima e assassinado beberam pingas juntos no dia do crime, na parte da manhã



José Aparecido da Silva foi condenado a sete anos de prisão no regime semiaberto pelo assassinato de Bento Cândido da Silva. De acordo com a denúncia, eles eram colegas de trabalho e vizinhos e mantinham boa relação. Inclusive, consta nos autos que, no dia do crime, 14 de setembro de 2012, pela manhã, ambos beberam pinga juntos num bar, no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá. 

De acordo com José Aparecido, depois de terem se despedido, Bento foi até sua casa, bravo e armado com uma faca e golpeou o colega de trabalho sem falar o motivo.

José Aparecido foi para a policlínica, onde foi atendido, retornando para casa por volta das 14h. Cerca de 15 minutos depois, Bento teria retornado a sua casa, que ele trancou rapidamente, enquanto o outro homem jogava pedras na janela. 

Nesse momento, José Aparecido conta que pegou um facão, pulou a janela e correu atrás de Bento por cerca de 400 metros, até alcançá-lo e atingir sua cabeça por trás.

A vítima sofreu traumatismo craniano e perdeu massa encefálica, mas ainda resistiu por alguns minutos, antes de ser socorrido pelo Samu e morrer. Uma testemunha do processo relatou que, naquele dia, Bento chegou bêbado em casa e ela chegou a ficar com medo porque ele ficava agressivo quando bebia.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO