23.01.2020 | 09h00


AGONIA DO RIO CUIABÁ

Guia turístico registra lixo, entulho e até geladeira boiando nas águas; Veja vídeo

A Prefeitura possui uma Balsa Ecológica que deveria estar operando, mas no momento do registro fotográfico estava parada.


DA REDAÇÃO

O Rio Cuiabá foi fotografado cheio de lixo, durante um passeio de lancha, na tarde de terça-feira (21), na Capital. Um vídeo feito por um guia de turismo mostra geladeira, lixo e entulho boiando na água. Não seria exagero falarmos que a sensação e de que estamos vendo imagens de um aterro sanitário.

A Prefeitura de Cuiabá possui uma Balsa Ecológica que deveria estar operando, mas no momento do registro estava parada.

Em nota, a Secretaria de Serviços Urbanos explicou que a empresa responsável pela execução do serviço estava fazendo manutenção do motor. A Locar Gestão de Resíduos retornou, segundo a Pasta, os trabalhos na tarde de quarta-feira (22).

A Balsa Ecológica começou a funcionar em junho de 2019. Em setembro, seu motor foi roubado, tendo uma pausa nos trabalhos que retornaram em novembro.

O veículo percorre um trecho de 5 km entre a Ponte Nova e o São Gonçalo Beira Rio. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, mensalmente são recolhidos em média cinco toneladas de lixo do Rio Cuiabá.

 

Além disso, cerca de 30 servidores realizam o recolhimento da sujeira deixada à margem do rio. A Prefeitura pede ajuda da população para preservar o local.

Veja nota na íntegra da Prefeitura de Cuiabá:

Em relação à Balsa Ecológica, a Prefeitura de Cuiabá informa que:

- A Balsa Ecológica está em funcionamento desde junho de 2019.

- Todos os dias ela percorre o trecho de 5 km da Ponte Nova até a comunidade de São Gonçalo Beira Rio.

- Em setembro, o equipamento teve o motor furtado e o serviço foi retomado em novembro.

- Na última semana, a Balsa teve a atividade suspensa para a realização da manutenção de rotina em todo equipamento e volta a funcionar normalmente na tarde desta quarta-feira (22).

- Conforme levantamento da Secretaria de Serviços Urbanos, uma média de cinco a seis toneladas de lixo são recolhidas do leito do Rio Cuiabá, mensalmente.

- Destaca que, além da coleta fluvial, periodicamente, uma equipe com cerca de 30 servidores realizam na margem do Rio Cuiabá o trabalho de recolhimento do lixo descartado irregularmente.

 - Dessa forma, o Município reforça que todas as atividades de limpeza somente terão efetividade se houver uma participação ativa da população dentro desse processo.

 

Veja o vídeo:

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

ADELAIDE PAES DE BARROS  25.01.20 09h34
É difícil, a população nao tem educação e o poder público não toma providência no sentido de fazer o tratamento nos córregos antes de desaguar no rio Cuiabá, nessa o rio vai agonizando e o pantanal também. E as dragas? Elas também ajuda o rio, já que puxa toda a areia di fundo causando estrago ao rio.

Responder

1
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO