30.03.2020 | 17h27


GERAL / ENFRENTAMENTO À PANDEMIA

Governo de MT vai contratar 751 profissionais para atuar em 8 hospitais

Maior número de vagas é para médicos (125) e enfermeiros (125) e processo seletivo vale para todo o Estado



Governo do Estado lança edital para contratação emergencial de 751 profissionais para atender as unidades de saúde estaduais. O período de inscrição para participar do processo seletivo foi aberto e ficará disponível por 30 dias. As vagas são para médicos (125), enfermeiros (120), psicólogos (18), fisioterapeutas (120), assistentes sociais (18), técnicos de enfermagem (288), técnicos de laboratório (22) e maqueiros (40). As remunerações serão pagas conforme escala de plantões diurnos e noturnos, que não podem exceder a 14 mensais, e os valores variam de R$ 112 a R$ 1,5 mil, por plantão.

Conforme o edital, os profissionais selecionados irão atender aos Hospitais Regionais de Rondonópolis, Cáceres, Sinop, Sorriso, Alta Floresta e Colíder, assim como o Hospital Estadual Santa Casa e o Hospital Metropolitano de Várzea Grande.

O edital e informações das vagas e inscrições foram publicados em edição extra do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (30.03). 

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou que a contratação faz parte das medidas adotadas pelo governo para o enfrentamento da Covid-19, classificando a iniciativa como emergência de saúde pública de importância internacional.

“É dever do Estado adotar as medidas cabíveis para fornecer aos cidadãos o acesso igualitário às ações de saúde, principalmente, diante da gravidade da situação gerada pela pandemia de coronavírus. Por isso, seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) estamos tomando todas as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública no âmbito do Estado de Mato Grosso”, afirmou Figueiredo.

As inscrições podem ser feitas através do link (http://187.28.145.194/ses/) pelo período de 30 dias, podendo ser encerradas ou prorrogadas conforme o interesse da administração estadual.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO