20.02.2020 | 14h07


GERAL / HOSPITAL PÚBLICO VETERINÁRIO

Emanuel diz que terreno é do Município e obras vão continuar

Na segunda-feira, um empresário se declarou da área, no Parque Cuiabá e cancelou evento; “Ele estava dizendo que a área era dele, tinha documentação e eu não poderia questionar; não vai atrapalhar nada 10 ou 15 dias para lançar". disse o prefeito


DA REDAÇÃO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse que a área onde será construído o Hospital Municipal Veterinário, na Rodovia Palmiro Paes de Barros, próximo ao Cemitério Parque Bom Jesus, em Cuiabá, pertence à prefeitura.

Na última segunda-feira (17), o evento de lançamento da obra foi cancelado após um empresário declarar ser dono do terreno.

Segundo o prefeito, em 2015 o Ministério Público do Estado (MPE) entrou com ação pedindo a reintegração de posse da área porque pertencia ao Município de Cuiabá. Ele disse que poderia ter ignorado a reclamação do suposto dono, mas respeitou o princípio da boa-fé, do contraditório e da ampla defesa.

“Eu nunca tive dúvida disso, mas eu dei uma oportunidade. Se aparece um munícipe eu vou dar o princípio da boa-fé. Ele estava dizendo que a área era dele, tinha documentação e eu não poderia questionar, não tem problema, pois não vai atrapalhar em nada 10 ou 15 dias para lançar a obra”, disse.

Ele comentou que é comum que pessoas reivindiquem a propriedade das áreas que pertencem ao Município. Emanuel falou que após o feriado de carnaval vai anunciar uma nova data de lançamento da obra.

“Isso tem em todas as regiões da cidade. Só que eu acho que ele pode ter sido vítima lá atrás desses documentos plantados, mas não tenho dúvida de que a área é do Município e será mostrado para vocês, até que eu possa marcar uma nova data após o carnaval de lançamento do Hospital Veterinário Municipal”, declarou.

Hospital Veterinário

O Hospital Veterinário, que levará o nome de Manchinha – em referência à cadela que foi espancada por segurança de um supermercado em Osasco (SP), em novembro de 2018 – será construído em um terreno de 15 metros quadrados próximo ao Cemitério Parque Bom Jesus.

A obra será realizada após Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinada pelo Grupo Pereira – Supermercado Comper – com a prefeitura. O valor para construção do prédio é de R$ 700 mil e terá o prazo de 150 dias para execução.

O projeto será divido em três fases, instalação do hospital e pronto-socorro veterinário, criação do Centro de Veterinário que contará com canil e gatil e construção de um pet parque e área de lazer.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO