21.01.2020 | 11h35


SEU BOLSO

Distribuidoras reajustam preço e etanol pode chegar a R$ 3,38 o litro em MT

Em dezembro, o produto era revendido pelas distribuidoras por R$ 2,33 e, agora, o valor subiu para R$ 2,82, um aumento de R$ 0,49 em 30 dias.


DA REDAÇÃO

O preço do litro do etanol vendido nos postos de Mato Grosso pode sofrer nova alta de até R$ 0,34 nas bombas ainda está semana. Com o reajuste, o posto que vende o litro do etanol a R$ 3,04, por exemplo, poderá cobrar até R$ 3,38 no preço final.

O aumento nas bombas deve ser impulsionado por reajustes nas usinas e distribuidoras.

Nesta terça-feira (21), o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo) destacou que postos de bandeira branca (podem comprar de qualquer distribuidora) já estão adquirindo o produto pelo valor R$ 2,70 e R$ 2,75. Nesta terça,  alguns estabelecimentos já vendem o produto a R$ 3,19.

Já em distribuidoras de postos bandeirados (podem comprar apenas das companhias nas quais possuem contrato), estão entre R$ 2,80 a R$ 2,82. A pesquisa foi realizada em alguns postos aleatoriamente, junto a empresários de Cuiabá e Várzea Grande. 

No final de dezembro, o custo de etanol hidratado era de R$ 2,33 - o litro na distribuidora. Já na segunda quinzena deste mês, o valor é de R$ 2,57.

"O Sindipetróleo esclarece que o mercado é livre e é formado por diversos agentes, portanto, os postos definem seus preços utilizando como referência os custos operacionais e de aquisição de produtos nas distribuidoras. Não podem ser responsabilizados pelos reajustes", destaca Nelson Soares, diretor-executivo do sindicato.

Além disso, os donos de postos – por lei – podem ter lucro de até 20%, além de acrescentar o valor do frete e do ICMS que teve reajuste no estado, sobre o preço do etanol, porém, muitos deles preferem ter menos lucro e ganhar na quantidade vendida.

 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Ozéias  22.01.20 11h19
Nois tem um ministério público que não faz nada pra ver esse aumento, é um governo que só aumenta imposto. Que Deus nos guarde desse desgoverno maldito.

Responder

0
1
Maria Auxiliadora   22.01.20 09h38
Dica do quadriênio: faz arminha com a mão!!!!!

Responder

0
0
alexandre  21.01.20 18h16
boicote.. da população..

Responder

7
2

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO