21.02.2020 | 10h25


GERAL / VEJA DOCUMENTOS

Diretor da Semob foi exonerado da PM por roubar preso e usar moto roubada

Nicolau Jorge Budib foi flagrado ou roubar R$ 100 de um detento no Cisc


DA REDAÇÃO

Diretor de Transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá, Nicolau Jorge Budib era policial militar e foi excluído da corporação por roubar a carteira de um detento. Ele também estava envolvido na confusão que aconteceu na sede da pasta, nesta quinta-feira (20), quando uma equipe de reportagem da TV Cidade Verde foi agredida, 

Além disso, consta a acusação que na época em que era militar Budib andava em uma moto furtada.

Em 2010, ele foi preso em flagrante por roubar R$ 100 da carteira de uma pessoa que estava detida no Cisc do bairro Parque do Lago.

Uma investigação foi aberta e dois meses depois publicada a exclusão de Nicolau Budib das fileiras militar. (veja abaixo).

Uma denúncia aponta que há uma decisão que Nicolau, também, era para ter sido exonerado da Semob. Entretanto, não se sabe o motivo de não ter sido cumprida.

Os detalhes do caso você acompanha a partir das 10h30, no Balança MT, da TV Cidade Verde.

Outro Lado
A respeito da situação funcional do diretor de Transporte da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Nicolau Budib, a pasta informa que o servidor apresentou toda documentação necessária para nomeação após aprovação em concurso público e que não há nenhuma irregularidade em sua contratação. Quaisquer denúncias contra servidores, contudo, serão apuradas.

Veja a decisão aqui

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Selma Mariotti  21.02.20 23h01
Caro jornalista e site fico triste qdo me pego lendo uma reportagem com cunho intencional de desmerecer a imagem de alguém, principalmente qdo fica explicito. Sei que há toda uma cumplicidade com colegas de profissão e realmente não foi correto o que fizeram. Mas vcs ao invés de publicizar os fatos como são estão buscando chocalar a imagem de alguém. E infelizmente vcs da noticia tem esse dom e o faz muito bem, seja para elevar a pessoa ou diminui-la. Esse rapaz ai se fez algo errado já pagou, sendo exonerado. E pelo que vi numa pesquisa rápida que fiz ele não tem nada que o abale ou suje a sua imagem e competência junto a esse órgão Semob. Vamos fazer noticia como ela deve ser... com responsabilidade... Fica a dica. E tenham uma boa noite. Não esquecendo hoje somos a pedra, amanhã poderemos ser a vidraça.

Responder

19
14
Marcelo - Pagador de impostos  23.02.20 18h10
Cara senhora Selma Mariotti, fico triste em ler seu comentário, concordo plenamente quando diz sobre a cumplicidade, porém serve para a senhora também, talvez por falta de conhecimento por parte de vossa senhoria acabou fazendo o referido comentário, mas vamos lá: O servidor citado, foi demitido a bem da disciplina da Polícia Militar, isso significa que não pode prestar concurso público por um período, isso não ocorreu pois o mesmo entregou uma liminar. A liminar pelo que foi publicado, não tem validade pois perdeu seu efeito, portanto o servidor tem que ser demitido, pois estava em situação precária na Semob. Outra situação que talvez a senhora não tem conhecimento, é que o mesmo servidor foi acusado por “suposto esquema de venda de pontos de moto-taxi na rodoviária de Cuiabá”( https://www.hnt.com.br/no-de-cachorro/mais-confusao/122854) que ate agora não se sabe o motivo pelo qual não foi concluso o PAD, lógico se foi aberto. Infelizmente, fico triste em saber que pessoas como à senhora, ainda vem a público a defender um cidadão desses, pois acredito que o processo judicial do mesmo não foi concluído, pois senão estaria preso. Fica a dica, vamos defender o certo. Pau que bate em Chico tem que bater em Francisco.

Responder

9
4
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO