04.05.2019 | 07h45


66% VÃO ÀS COMPRAS

Cuiabanos devem investir média de R$ 220 em presente para as mães

Roupas, calçados, acessórios e cosméticos lideram a lista de preferência das mães.



Um levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas e Socioambientais (Nupes) da Universidade Federal de Mato Grosso em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá) indica que 66% dos cuiabanos pretendem investir no presente do Dia das Mães, outros 29% não têm a intenção e 5% ainda não decidiram. 

A pesquisa indica ainda que o custo médio do presente será de R$ 220,33, sendo que as formas de pagamento serão: 58% dinheiro; 19% cartão de débito; 14% cartão de crédito à vista.

De acordo com os dados, 26% das mães ainda não sabem o que querem ganhar. Já 10% declararam preferência por perfumes e cosméticos, outros 9% escolheram como presente, roupas, calçados, bolsas e acessórios. 

cdl.jpg

 Gráfico de intenção de compras da CDL

Porém, a intenção de compras para esse setor é de 28% roupas, 27% perfumes e cosméticos e 20% ainda não sabem.

Sobre para quem comprará presentes, 84% afirmou que irá comprar para a mãe, 17% para a esposa, 17% outras. Já em relação à quantidade de presentes, 63% comprarão um presente e 26% comprarão dois presentes.

Em relação ao que influencia na escolha do presente, 58% respondeu que é o desejo da pessoa; 20% a qualidade do presente e 16% o preço.

Segundo o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, essa é uma das principais datas para o comércio em geral, já que a maioria das pessoas gostam de presentear neste período.

“O dia das mães é a segunda melhor data em relação a vendas do ano, perdendo apenas para o Natal. Então é a oportunidade de vender para o comerciante, que deve se preparar com produtos e formas de atrair o consumidor com promoções, enfeites na vitrine, entre outras”, disse ele.

Granja também faz um alerta para o consumidor que vai sair para escolher o presente.

“É importante evitar as compras por impulso e pesquisar antes de adquirir o produto. Sair às compras com uma definição do que quer comprar torna mais fácil comparar preço, qualidade e praticidade do produto”, orienta ele.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER