08.01.2015 | 10h57


GERAL / PARADA CARDIÁCA

Corpo de sindicalista que morreu na Casa Civil tentando falar com Taques é velado até as 15h

O velório ocorre no prédio do sindicato dos Despachantes do Estado, na Avenida Pimenta Bueno, número 723, no bairro Dom Aquino, região central de Cuiabá. O local do velório ainda não foi definido pelos familiares.



O corpo do presidente do Sindicato dos Despachantes de Mato Grosso, Geovane Ourives Assumpção, de 49 anos, será velado até as 15h, desta quinta-feira (8), na sede da associação, localizada na Avenida Pimenta Bueno, número 723, no bairro Dom Aquino, região central de Cuiabá. O local do enterro ainda não foi definido pelos familiares.

Por volta das 14h, de ontem (7), o sindicalista teve uma parada cardiorrespiratória quando estava na Casa Civil, para tentar falar com o governador Pedro Taques (PDT). Em seguida, ele foi levado pela ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Amecor, mas morreu no box de emergência.

O amigo dele, presidente do Sindicato das Auto Escolas, Djalma Nogueira, disse que o sindicalista foi tentar se encontrar com Taques, para que o governador não fechasse a agência do Detran, localizada no prédio do Sindicato dos Despachantes do Estado. “Era um cara tranquilo, político, sabia dialogar. Tentei falar com ele três vezes e não consegui”, lamenta.

Em nota à imprensa, Taques lamentou a morte do sindicalista. No comunicado, ele informa que Geovane chegou de receber os primeiros socorros de dois ex-funcionários do SAMU, que estavam no Palácio, no momento do incidente.

Com isso, o governador, que estava em Brasília no momento do ‘ocorrido’, pediu que a equipe dele desse todo o suporte para a família do sindicalista.

Os médicos chegaram a dizer que não é possível atribuir a ocorrência ao fato do sindicalista estar ou não apreensivo, para falar com o governador, porque qualquer pessoa está sujeita a um infarto a qualquer momento.

RepórterMT tentou falar com o médico que atendeu à ocorrência, João Júnior, mas o celular dele estava desligado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO