22.10.2014 | 08h08


3 X 0

Com show de Kayke, Dragão liquida Luverdense no primeiro tempo

Novidade na escalação, atacante marca dois gols, sendo um de bicicleta, e ainda dá assistência; Dragão sonha com G-4, e Verdão empaca na tabela



Comandado por Kayke, o Atlético-GO precisou apenas de 45 minutos para atropelar o Luverdense e vencer por 3 a 0, nesta terça-feira, no Serra Dourada, em partida válida pela 31ª rodada da Série B. Com três gols no primeiro tempo, o Dragão praticamente liquidou a disputa e pôde tirar o pé na etapa final, menos movimentada e sem tanta emoção.

Em noite iluminada, Kayke desequilibrou em campo. Titular na vaga de Josimar, o atacante soube aproveitar a oportunidade dada pelo técnico Wagner Lopes. Além de abrir o placar com uma linda bicicleta, o jogador fez também o segundo gol e ainda deu assistência para Diogo Campos, autor do terceiro. Com muitos erros na defesa, o Luverdense foi presa fácil para o Atlético-GO. O Verdão até tentou reagir na segunda metade, mas não teve forças.

O resultado elástico apenas comprova a boa fase do Rubro-Negro, invicto há seis rodadas e com três vitórias consecutivas. Oitavo colocado com 46 pontos, o Dragão entra de vez na briga por uma vaga no G-4, já que apenas seis pontos o separam do Avaí, que abre o grupo dos quatro melhores. O Luverdense, por sua vez, estaciona no 12º lugar, com 40, e ainda não se vê totalmente livre da ameaça de rebaixamento. Os dois clubes voltam a campo no sábado. Os goianos enfrentam o Náutico, às 17h20, na Arena Pernambuco. Mais tarde, às 21h, os mato-grossenses recebem o Oeste no Passo das Emas.

MASSACRE COM SHOW DE KAYKE

Com novidades na escalação titular, o Atlético-GO iniciou o primeiro tempo sofrendo com a falta de entrosamento. Mais à vontade em campo, o Luverdense deu indícios de que poderia endurecer o jogo. No entanto, Kayke, que herdou a vaga de Josimar, muito apagado em partidas anteriores, tratou de rapidamente aniquilar o duelo.

Bastante efetivo no comando de ataque do Dragão, ele abriu o placar com um belo gol aos 18 minutos. Após cruzamento da esquerda, Jorginho ajeitou de cabeça para o meio da área, e o atacante dominou no peito e improvisou uma bicicleta para mandar a bola no ângulo. Uma pintura. Pouco depois, aos 29, foi lançado e chutou forte para vencer o goleiro Gabriel Leite e ampliar: 2 a 0. Ainda deu tempo de sair o terceiro. Após outra grande jogada de Kayke, Diogo Campos completou de direita: 3 a 0.

PÉ NO FREIO

 

Com larga vantagem, o Atlético-GO optou por economizar na etapa final. O ritmo da partida como um todo caiu, já que o Luverdense não mostrou forças para reagir. Quase entregue, o time de Lucas do Rio Verde assustou apenas em uma cobrança de falta de Rubinho, que levou perigo ao goleiro Márcio. Sem mais oportunidades, os visitantes viram o Dragão administrar até o apito final e celebrar a entrada na luta pelo G-4.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER