27.03.2015 | 14h31


GERAL / FAMÍLIA INTEIRA

Carreta tomba em cima de Pálio e mata 5 na BR–163; criança de 3 anos está entre as vítimas

Vítimas morreram presas às ferragens e ainda não foram identificadas. Os corpos serão encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Diamantino para serem reconhecidos e submetidos ao exame de necrópsia


DA REDAÇÃO

Cinco pessoas da mesma família, entre elas uma criança de 3 anos morreram na colisão de um Fiat Pálio e um caminhão furgão.

O veículo pesado tombou em cima do ‘carro de passeio’, no quilômetro 570, da BR – 163, no trecho entre as cidades de Nova Mutum e Diamantino.

A tragédia foi registrada por volta das 12h24, desta sexta-feira (27). 

Ao RepórterMT, a assessoria de imprensa da concessionária Rota Oeste afirmou que o motorista do caminhão ficou ferido e foi levado por uma ambulância para um hospital de Nova Mutum. O estado de saúde dele não foi divulgado. A concessionária também não soube informar porque o caminhão tombou sobre o carro.

Ainda conforme a Rota Oeste, os dois sentidos da pista estão bloqueados para a retirada dos corpos, que ficaram presos às ferragens.

O serviço está sendo feito por militares do Corpo de Bombeiros.

Após a retirada dos corpos, agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) devem investigar as causas da colisão.  Em seguida, a pista será liberada.

Os corpos serão encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Diamantino para serem reconhecidos e submetidos ao exame de necrópsia. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Reprodução SóNotícias

palio

Pálio ficou totalmente destruído.

VIROU ROTINA

No dia 18, na mesma rodovia, mas no trecho entre Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, os empresários Paulo Haeffner, de 33 anos e Rita de Cássia Silva Haeffner, de 44 anos, após a camionete Hilux SW4 ser atingida por um caminhão.  O casal morava em Cuiabá e era dono de 8 lojas da rede Subway em MT.

AgoraMT

casal

O casal morava em Cuiabá e era dono de 8 lojas da rede Subway em MT.


Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista Paulo invadiu a pista contrária para tentar desviar de uma carreta que havia acabado de capotar, porém teve a camionete atingida na lateral, pela carreta. 

Com o impacto da colisão, Rita de Cássia morreu presa às ferragens. Já Paulo foi encaminhado para um hospital de Lucas do Rio Verde, e morreu no box de emergência. 

AgoraMT

casal

Casal morreu após ter camionete colidida por caminhão.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Junior alves  27.03.15 15h24
Porque não colocar radares ou quebra molas ou qualquer coisa do tipo para reduzir velocidades em trechos estratégicos? Até quando vai ficar morrendo pessoas inocentes por causa de um bêbado ou de um inconsequente, irresponsável? Autoridades infelizmente só olham o povo morrer.. Lamentável, só Deus para ter misericórdia de nós..

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO