12.10.2019 | 08h40


PROJETO SOCIAL

Campeão mundial de judô dá aulas gratuitas para crianças carentes de Cuiabá

A proposta é promover pelo esporte o desenvolvimento humano e a integração social.


DA REDAÇÃO

O judoca campeão mundial da seleção brasileira, o cuiabano David Moura, de 32 anos, há três anos toca seu projeto social, em que crianças carentes recebem aulas gratuitas de judô, na Capital. Em 2018, o atleta firmou uma parceria com o Instituto Reação, do Rio de Janeiro (RJ), se tornando o primeiro polo fora da cidade.
Em Cuiabá, crianças e adolescentes recebem atendimento em duas unidades: Na igreja Betel, no bairro Cidade Alta, e na Escola Municipal José Firmo Rodrigues, no bairro Três Barras, região conhecida como grande CPA.

A ação passou a integrar o Instituto Reação, há quase um ano, e está sendo construído um espaço de treinamento com 150m de tatame, na escola José Firmo. Além disso, o judoca explica que agora também será fornecido o plano educacional, com aulas de reforço escolar, curso de inglês, assistentes sociais e psicólogos para os estudantes de baixa renda.

RepórterMT/Reprodução

O espaço em construção.

O plano educacional estará disponível assim que a obra estiver pronta. No momento, a construção segue em estágio avançado.

“Estamos construindo uma estrutura inacreditável com a ajuda da BV [Financeira] que está custeando o projeto. Ela está acreditando no nosso sonho”, afirma David.
Enquanto o espaço não ficar pronto, os alunos do projeto recebem aulas na quadra do colégio e na igreja, pelos professores contratados pelo Reação.

David Moura é embaixador da iniciativa e acompanha de perto, sempre que possível, o desenvolvimento dos jovens. Ele intercala seus treinos, competições e família, com sua participação junto à ação.

“Não ganho nada com projeto na minha carreira como lutador, mas sinto que quando ajudamos as pessoas, ganhamos muito. Fico mais feliz e energizado”, conta David.

“Quando estou lá fora isso me dá forças para lutar. Se fosse só por mim, para me satisfazer, seria muito pouco e vazio... Já ganhei medalhas o suficiente para saber que elas enferrujam e ninguém lembra”, continua.

Antes de fechar parceria com o Instituto, o atleta usou dinheiro do próprio bolso para custear os materiais e aulas para os estudantes.

Como participar

“Quando eu estou lá fora isso me dá forças para lutar, tenho algo há lutar. Se fosse só por mim, para me satisfazer, seria muito pouco e vazio... Eu já ganhei medalhas o suficiente para saber que elas enferrujam, ninguém lembra,” continua.

As crianças e adolescentes que desejam participar da iniciativa devem se inscrever na fila de espera para as vagas que serão abertas assim que o novo espaço for inaugurado.

Com a nova estrutura cerca de 500 alunos (as) devem ser atendidos (as). A fila de espera é feita por ordem de inscrição.

Instituto Reação

O instituto é uma organização não governamental que promove o desenvolvimento humano e a integração social, por meio do esporte e da educação, fundamento a iniciação esportiva até o alto rendimento no judô. A proposta é promover pelo esporte a transformação social.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO