26.02.2020 | 12h44


GERAL / CORONAVÍRUS

Brasil confirma 1º caso e MS lista 16 países com risco de contaminação

Paciente de 61 anos esteve na Itália e exames preliminares deram positivo para contaminação



O Brasil confirmou o primeiro caso de coronavírus e ampliou as recomendações sobre os cuidados. O paciente tem 61 anos, viajou para a Itália, e foi atendido no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, na segunda-feira (24), onde foram realizados os exames que apontaram para a infecção do novo vírus. Agora é aguardada a contraprova, que é o resultado dos exames pelo laboratório de referência nacional, o Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.

Devido a este caso e nove mortes confirmadas na Itália, o país entra na lista do Ministério da Saúde onde a doença está se espalhando e há risco de infecção. No momento são 16 países: China, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã, Camboja, da Itália, Alemanha, França, Austrália, Filipinas, Malásia, Irã e Emirados Árabes.

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em coletiva à imprensa agora há pouco, afirmou que é preciso usar o bom senso no caso de viagens a esses países. Se for a turismo, a recomendação do Ministério da Saúde é não ir. O ministro ainda enfatizou que é “mais uma razão para fazer turismo interno”.

Em caso de viagens a negócios, Mandetta destaca a tecnologia que hoje existe à disposição. Mas, se a viagem é inevitável, orienta para que se tome todos os cuidados e fique atento aos sintomas. “Vá e tome todos os cuidados, sabendo que é uma gripe e que mais de 97% dos casos evoluem muito bem. Existe uma infodemia (epidemia de informação) que traz essa sensação de ansiedade e insegurança”.

No Brasil, hoje são 20 casos suspeitos da doença assim espalhados: Paraíba (1), Pernambuco (1), Espiríto Santo (1), Minas Gerais (2), Rio de Janeiro (2) e Santa Catarina (2) e São Paulo (11). Cinquenta e nove casos suspeitos foram descartados.

Em Mato Grosso, até o momento, não houve o registro de nenhum caso suspeito de contaminação pelo novo coronavírus. Um caso em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), não chegou a ser considerado suspeito pela saúde porque não apresentava os sintomas da doença.

Os principais sintomas são febre, tosse seca, dor de garganta e coriza. (Com informações da Agência Brasil)

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO