13.06.2019 | 11h55


NA BR-364

Bêbado invade pista com Sentra, atropela e mata motociclista

Acidente aconteceu, quando o motorista tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido. O teste do bafômetro indicou que ele estava bêbado.


DA REDAÇÃO

O motociclista identificado pelas iniciais T.R.C., 21 anos, morreu no começo da manhã desta quinta-feira (13) após ser atropelado por um motorista bêbado, no KM 193 da BR-364, em Rondonópolis (212 km da Capital).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima seguia de Pedra Preta (241 km da Capital) em direção a Rondonópolis, por volta das 06h, conduzindo uma motocicleta Honda CG 160. O motorista, que estava num Nissan Sentra, teria perdido o controle da direção no momento em que tentava fazer uma manobra de ultrapassagem em local proibido e invadido a pista contrária,  quando bateu de frente contra o motociclista, que devido à força do impacto, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

O condutor do carro, identificado por A. O., aparentando não estar psicologicamente bem, foi submetido ao teste do bafômetro, que registrou 0,18 mg/L, índice bem acima do permitido por lei, que é de 0,04 mg/L. Ele foi preso e encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia Civil de Rondonópolis e vai responder pelo crime de homicídio culposo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica, (Politec) foi acionada para fazer perícia no local do acidente e ajudar nas investigações.

O corpo da vítima foi encaminhado ao instituto Médico Legal (IML) onde vai passar por exames de necropsia e posteriormente liberado para família.

Galeria de Fotos:
Crédito: prf
Crédito: PRF
Crédito: PRF










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com a Lei ou acha que Bolsonaro deve vetar

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

A aprovação da lei é que é um abuso; veta Bolsonaro

Não sei acho que não muda nada

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER