11.07.2019 | 10h50


ENCONTRADO EM DECOMPOSIÇÃO

Barman pode ter cometido suicídio com remédios e bebida

Segundo a Polícia Judiciária Civil (PJC), ao lado da cama de Danilo havia diversas caixas de remédios. Testemunhas afirmam que ele ingeriu os medicamentos junto com bebida alcoólica.


DA REDAÇÃO

Danilo Peloi, de 32 anos, encontrado morto, já em estado de decomposição, na noite de quarta-feira (10), no apartamento em que morava, no bairro Araés em Cuiabá, pode ter cometido suicídio.

Testemunhas afirmam que a vítima, que era barman do restaurante Mahalo e estudante de mestrado, teria ingerido bebida alcoólica e remédios.

Segundo a Polícia Judiciária Civil (PJC), ao lado da cama de Danilo havia diversas caixas de remédios. 

As investigações trabalham com a hipótese de suicídio, mas a causa da morte só será confirmada após exame de necropsia, feito pelo Instituto Médico Legal (IML).

O corpo de Danilo foi encontrado enrolado em um cobertor na posição decúbito dorsal (de costas com a cabeça e os ombros ligeiramente elevados).

Um vizinho suspeitou o mau cheiro que vinha do apartamento e procurou a imobiliária responsável pela locação para verificar o que estava acontecendo. 

Peloi era estudante do Mestrado em Estudos de Cultura Contemporânea na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Galeria de Fotos:
Credito: Repórter MT
Credito: Repórter MT
Credito: Repórter MT
Credito: Repórter MT










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER