05.02.2015 | 22h00


SEMESTRE AMEAÇADO

Aumento de mensalidade da Unic trava rematrículas de 'alunos do Fies'

Estudantes estão tendo dificuldades para aditar contratos e podem perder o semestre


DA REDAÇÃO

Alunos que já estudam há pelo menos um ano na Universidade de Cuiabá (Unic) através do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) estão tendo problemas em fazer a renovação semestral do contrato, porque, em função do aumento das mensalidades de alguns cursos, a plataforma do Ministério da Educação tem travado a finalização do aditamento.

Quem não fizer os aditamentos, conforme exigência contratual, corre o risco de perder o financiamento.

A estudante de Educação Física Sueli Cristina Domingues passou a manhã desta quinta-feira na fila de espera na Unic para resolver o problema, mas não conseguiu. Segundo ela, a Unic orienta os alunos a fazerem a renegociação da dívida pelo site do Fies. “Eu fiz isso mas não tem como finalizar o processo quando a gente volta à universidade, a gente chega lá e não resolve nada, porque dá um errado denominado ‘E  414’. As aulas vão começar e meu nome não vai constar no portal da Unic, não vai aparecer nas chamadas, não terei como acessar minha vida estudantil virtualmente, então são várias preocupações”, reclama Sueli.

Ele selou contrato com a Unic, através do Fies, de pagar por 18 anos a mensalidade de R$ 480, iniciando o pagamento 1 ano e 8 meses após a formatura. “Não cheguei nem no meio do curso, fiz dois semestres, e estou pensando em largar, porque é muita confusão. Ameacei fazer isso e a Universidade me respondeu que não tenho como, sem quitar o que já estudei. Então é complicado”, diz Sueli.

A mensalidade da Educação Física subiu de R$ 1.088 para R$ 1.232,27.

O estudante de Odontologia R.M, de 19 anos, está na mesma situação. Ele está preocupado, porque as aulas vão começar dia 23 de fevereiro e gostaria de deixar tudo certo, para não ter problemas neste início de ano letivo. “Fiquei sabendo que os alunos dos cursos que não tiveram reajuste não estão tendo este problema”, observa.

Através de nota a Unic Disse que enfrenta, desde a última segunda-feira, momentos de lentidão e queda do sistema SisFIES, ferramenta do Ministério da Educação (MEC) essencial para o aditamento do FIES. “Os problemas sistêmicos apresentados pelo SisFIES são vivenciados por todas as instituições de ensino do país, gerando uma demora superior ao normal na operação das demandas acadêmicas internas, fator que impacta no tempo de espera na fila de atendimento da unidade”.

A Unic informa também que há reajuste anual na maioria das mensalidades e que isso não é novidade.

O RepórterMT tentou falar com a coordenadoria no Fies, em Brasília, através do 0800 616161, para saber se a origem do problema é de fato o reajuste das mensalidades, mas não conseguiu fazer contato durante toda a tarde desta quinta-feira (5). 

 

 

 

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

norilucy avila salgado  06.02.15 08h58
eu estou desde o semestre passado sem fazer aditamento,pois aumentou a mensalidade,e o fies não liberou fora que o erro manda trocar de curso,consegui estudar o terceiro semestre mas e agora sera que a UNIC vai liberar o quarto semestre??? faço pedagogia na UNIC,infelizmente fica o jogo do empurra o mec manda trocar de curso e a UNIC fala que é um erro do mec quem fala a verdade...

Responder

0
1

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER