27.11.2019 | 08h24


GERAL / URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Antigo Pronto-Socorro atenderá apenas casos espontâneos, diz prefeito

O prazo, segundo a Prefeitura, é para que a população acostume com a mudança do Pronto-Socorro, que funciona ao lado do novo HMC.


DA REDAÇÃO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse que manterá uma equipe enxuta no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá para garantir o atendimento de casos espontâneos que surgirem na unidade nos próximos 100 dias.

Segundo o prefeito, o plano de transição foi adotado para que a população acostume que o Pronto-Socorro foi transferido da Avenida General Valle, região central, para o Bairro Ribeirão do Lipa, aos fundos do Centro de Eventos do Pantanal, anexo ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

“Cem dias. A gente acredita que seja o tempo hábil, porque a mídia espontânea, o boca a boca, as mídias pelas redes sociais e publicidade vai ser o tempo suficiente para que a população acostume”, disse o prefeito durante apresentação do relatório de atendimentos realizados no HMC, na segunda-feira (25).

Na primeira semana, após a entrega das alas de urgência e emergência no HMC, na última segunda-feira (18), o antigo Pronto-Socorro tem realizado 45 procedimentos por dia.

“Cem dias. A gente acredita que seja o tempo hábil, porque a mídia espontânea, o boca a boca, as mídias pelas redes sociais e publicidade vai ser o tempo suficiente para que a população acostume”, disse o prefeito durante apresentação do relatório de atendimentos realizados no HMC, na segunda-feira (25).

“Com isso, vamos garantido todo cuidado, todo zelo porque são seres humanos, são vidas que estão em jogo. O antigo Pronto -Socorro, nesse plano de transição que eu determinei e já está em andamento desde as 7h da manha da última terça-feira, dia 19 de novembro, todo mundo que chegar lá, o esfaqueado na demanda espontânea, ele será atendido e estabilizando o quadro ele poderá ser removido para o HMC ou até não dependendo o grau de melhora dele”, explicou.

Conforme Emanuel permanecerá até o dia 27 de fevereiro no antigo Pronto-Socorro 209 leitos sendo cinco de urgência e emergência, 40 de UTI adulto, 117 de retaguarda, 15 de UTI pediátrica, 25 de enfermaria pediátrica e sete de sala amarela pediátrica.

“As pessoas por causa do desespero não lembram que o novo PS esta atrás do Centro de Eventos do Pantanal. Então, tenho que cuidar disso também se não vamos perder muitas vidas por essa falta de atendimento, Deus que livre!”, comentou.

Ainda segundo o prefeito, os pacientes que são atendimentos por ambulâncias e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) já são encaminhados para o novo Pronto-Socorro.

HFAM

Após os 100 dias, o antigo Pronto-Socorro passará por reforma para tornar o HFam (Hospital da Família). No local passará atender o materno infantil, alas para idosos, pacientes paliativos, saúde mental e rede cegonha.

Emanuel comentou que vai apresentar à bancada federal do Estado a obra arquitetônica para garantir pelo menos R$ 1,7 milhões dos oito deputados federais. Ele pretende licitar a obra nos próximos dias.

A reforma esta pré-orçada em R$ 35 milhões dos quais o emedebista diz conseguido R$ 18 milhões através de emendas do deputado Emanuelzinho (PTB), seu filho, e do senador Jayme Campos (DEM).











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Observador  27.11.19 21h32
Prefeito, discordo de Vsa Excelência! Pôr que desativar as UTIs existentes no PS???? Reforma e mantem. A demanda é grande....com.idosos e crianças ......ja existe estrutura, médicos, enfermeiros..... Principalmente de aves de cegonha funcionará la.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO