22.03.2020 | 13h40


ESQUENTANDO / APOCALIPSE CUIABANO

Mulheres brigam por exagero de compras em atacadista

Uma sem noção estava com três carrinhos de compras lotados no atacadistas e pretendia encher mais um.


DA REDAÇÃO

O apocalipse chegou e não foi o coronavírus. O responsável foi a falta de noção das pessoas. Na última sexta-feira (20), ocorreu uma cena bizarra na fila do atacadista, duas mulheres trocando insultos, palavras de baixo calão, e gestos obscenos, em uma discussão por causa de alimentos. 

Acontece que uma insensata estava na fila do caixa, com três carrinhos lotados de comida e, a vizinha questionou se era tudo para ela mesma, ou, se ela iria levar para alguém. Ao afirmar que era tudo para sua casa, a vizinha começou a chamar atenção da mulher. "Você não tem consciência? Outras pessoas também estão precisando de alimentos", disparou a vizinha furiosa.

As duas seguiram esquetando a situação, com troca de palavrões e dedos, até que com deboche, a dona dos vários carrinhos respondeu: "È tudo meu sim; eu compro o que eu quiser, e ainda não acabei, vou pegar mais coisas". Em seguida, a sem noção abandonou os carrinhos na fila e foi buscar mais produtos, como se o mundo fosse acabar e a solução fosse comida. Chocada !

Estocar comida, máscara e álcool em gel não irá o salvar da Covid-19, se em uma simples ida ao supermercado ou farmácia não se toma os cuidados básicos, como a distância das pessoas. 

Esquentadinhos, estamos em isolamento social, não no fim do mundo. 

Coerência e empatia. Beijos de luz da fada sensata !

 











(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Fernandes  24.03.20 13h27
Sem noção é questionar alguém que está fazendo compras, independente da quantidade, se o estado ñ declarou racionamento e ñ tem nenhuma placa no comercio dizendo que devem comprar apenas uma quantia, ñ ha absolutamente nada que impeça esta pessoa de comprar o quanto ela quiser, e que seja para jogar aos pombos. Foi-se a época que o jornalismo era imparcial, se é que pode chamar isso de jornalismo!

Responder

18
10
Presidente XXXVIII  23.03.20 16h29
Cuidado ao repreender alguém, muitos mercadinhos compra para revender, ou seja, atender o pequeno comércio do bairro.

Responder

23
4
Maria Antonia  23.03.20 12h47
Eleitora de Bolsonaro com certeza

Responder

16
32
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO