20.09.2019 | 15h49


CAMPEÃ OLÍMPICA

Judoca, Rafaela Silva é flagrada no antidoping

Instituto Reação convoca uma coletiva para falar sobre o caso da judoca da categoria -57kg e atual quarta colocada do ranking mundial nesta sexta-feira no Rio de Janeiro



Campeã mundial, pan-americana e olímpica, a judoca Rafaela Silva, de 27 anos, foi flagrada em exame antidoping realizado durante os Jogos Pan-Americanos de Lima, em agosto. Em entrevista coletiva realizada nesta tarde, no Rio de Janeiro, a atleta se defendeu afirmando que a contaminação teria acontecido através do contato com um bebê. A sustância proibida encontrada é a fenoterol, que tem efeito broncodilatador e costuma ser usada em tratamento de doenças respiratórias, como a asma. O teste antidoping foi realizado no dia em que ela competiu, 9 de agosto.

Conforme apuração do GloboEsporte.com, Rafaela Silva será representada por Bichara Neto, mesmo advogado que defende Gabriel Santos. O nadador teve detectado clostebol em um teste de urina feito no dia 20 de maio, em São Paulo, e pegou 12 meses de suspensão, mas tenta reduzir a pena.

O advogado Marcelo Franklin, que no passado recente defendeu inúmeros casos de doping, foi consultado pelo GloboEsporte.com a respeito da substância.

- É preciso analisar caso a caso. É proibido dentro e fora de competição, mas é uma substância apenas especificada, portanto, é menos grave. Mas tem que ver se foi testada em competição ou fora de competição. Tem que ver se houve pedido de uso terapêutico. Tem que ver os pormenores para avaliar. A jurisprudência mundo afora já deu para esse tipo de caso desde advertência a quatro anos de suspensão - afirmou.

Em 2016, o profissional defendeu Etiene Medeiros, da natação, que foi pega com a mesma substância. Ela levou apenas uma leve advertência e pôde disputar a Olimpíada do Rio.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER