26.03.2014 | 18h20


ESPORTES / CLÁUDIO CONTE

Ex-superintendente do Iphan-MT é assassinado; corpo é encontrado nu com faca no pescoço

Corpo foi encontrado nu e com uma faca no pescoço. Delegada acredita que crime foi um latrocínio, roubo seguido de morte. Já que o veículo da vítima e sua carteira com dinheiro e cartões de crédito não foram localizados.


DA REDAÇAO

O corpo do ex-superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) de Mato Grosso, Cláudio Quoos Conte, foi encontrado nu e com uma faca no pescoço, na residência dele na cidade de Canarana (800 km de Cuiabá), no fim da tarde dessa terça-feira (25). A vítima era servidor da Fundação Nacional do Índio (Funai) e trabalhava na cidade há três anos.

Ao RepórterMT, a delegada da Polícia Civil, Karla Cristina, afirmou que o homem não foi trabalhar no dia do crime. A falta levantou suspeita dos colegas de trabalho. “Um dos amigos foi até a casa dele (Cláudio) para saber o que aconteceu, quando o encontrou nu e com uma faca no pescoço”, destacou.

Segundo a delegada, Cláudio não tinha rixa com ninguém da cidade, por isso, os investigadores descartaram o assassinato perante um possível acerto de contas.

No entanto, como o veículo da vítima, um Fiat Pálio e a carteira dele com vários cartões de crédito e dinheiro em espécie não foram localizados, a suspeita é que o crime seja um latrocínio, roubo seguido de morte. Mesmo com a hipótese, a delegada não conseguiu identificar nenhum suspeito.

Conforme informações da Funai, o sepultamento da vítima deve ocorrer em Porto Alegre (RS), cidade de origem da vítima.

VIDA E OBRA

Cláudio Quoos Conte tinha 51 anos, era historiador, autor do livro “Centro Histórico de Cuiabá Patrimônio do Brasil. Cuiabá: Entrelinhas” (2005). O indigenista foi representante do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Mato Grosso (Iphan) de 1994 a 2012. Na Coordenadoria Regional do Xingu, ele atuava no Serviço de Monitoramento Ambiental e Territorial (SEGAT), no apoio às atividades culturais e projetos especiais direcionados aos povos indígenas do Parque Indígena do Xingu.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO