01.08.2015 | 10h01


ESPORTES / INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Casa espírita de Cuiabá é incendiada e tem santos destruídos; 2° na semana

Neste sábado a casa espírita Virgem Imaculada Conceição, terreiro de umbanda, foi destruída.


DA REDAÇÃO

Um incêndio queimou parte do acervo material da Casa Espírita Virgem Imaculada Conceição, que é do segmento de umbanda, localizado no Bairro Santa Laura II, em Cuiabá. A suspeita é de intolerância religiosa, já que nos últimos sete meses o 'terreiro' foi invadido 30 vezes.

Segundo informações do Pai de Santo Luiz Ricardo da Costa, o terreiro existe há 26 anos no bairro e os ataques começaram em janeiro deste ano. “Por 30 vezes neste ano tivemos nosso espaço invadido, revirado, mas desta vez eles nos prejudicaram para valer. Além de destruir paredes, eles quebraram e furtaram nossos santos, utensílios de rituais e colocaram fogo no barracão”, contou Luiz Ricardo.

Além de destruir paredes, eles quebraram e furtaram nossos santos, utensílios de rituais e colocaram fogo no barracão

Luiz chegou no local por volta das 6h deste sábado. “Quando eu cheguei o fogo estava alto e começando a se espalhar por todo terreiro. Chamei a Polícia e consegui apagar o fogo”, contou.

O boletim de ocorrência será registrado ainda na manhã deste sábado, na Central de Flagrantes de Cuiabá e o caso deverá ser investigado como crime contra o patrimônio.

A casa fica afastada, numa região de chácaras no final da Avenida das Torres. Não há testemunhas. Uma equipe da Polícia Militar faz rondas neste domingo em toda a região a procura de suspeitos.

Este é o segundo ataque à casa espírita em menos de uma semana em Mato Grosso. No final de semana passado um incêndio queimou toda a estrutura da Associação a Caminho da Luz, em Rondonópolis. Veja mais informações aqui.

Há dez dias, o médium principal do Centro Espírita Lar de Frei Luiz, no Rio de Janeiro, [um dos mais famosos do país] foi assassinado. O corpo de Gilberto Arruda, de 73 anos, foi encontrado amarrado numa cama.  O corpo apresentava sinais de espancamento e um corte no braço. Ele morava no centro, que também é um educandário social. 

Galeria de Fotos:
Crédito: Ricardo da Costa
Crédito: Ricardo da Costa
Crédito: Ricardo da Costa
Crédito: Ricardo da Costa
Crédito: Ricardo da Costa
Crédito: Ricardo da Costa










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO