11.04.2014 | 10h08


ESPORTES / INSEGURANÇA PÚBLICA

Bandidos rendem casal, mandam correr e atiram; homem morre com quatro tiros

Suspeitos fugiram e ainda não foram localizados e nem identificados.


DA REDAÇÃO

Um jovem, de 22 anos, foi assassinado com quatro tiros nas costas na Rua América do Sul, no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. O homicídio ocorreu por volta das 22h, desta quinta-feira (10). Os dois suspeitos de terem cometido o crime não foram localizados e nem identificados.

Ao RepórterMT, um policial militar do 4º Batalhão, afirmou que Júlio César Nunes estava sentado com a namorada na frente de casa, quando dois suspeitos se aproximaram em uma motocicleta. Os criminosos mandaram as vítimas se levantarem e correrem.

Os dois obedeceram os bandidos e saíram correndo, no entanto, Júlio levou quatro tiros. A vítima chegou de correr cerca de quatro metros e caiu. Com isso, os criminosos aproveitaram para fugir. Testemunhas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU), mas quando a equipe médica chegou no local o jovem já estava morto.

Aos policiais, a namorada da vítima afirmou desconhecer o motivo do crime, que será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Capital. A garota não foi atingida.

PASSIONAL

Já em Cuiabá, no bairro Jardim Vitória, Valdemir Duarte, de 29 anos, foi executado com tiros no tórax, braços e cabeça. Conforme informações da PM, ele teria ido a casa da ex-esposa tentar reatar o relacionamento, quando iniciou uma discussão com o atual marido da mulher. 

Durante o bate boca o homem pegou uma arma e atirou contra a vítima, que ainda tentou fugir, mas foi atingida outras vezes e caiu no chão. O criminoso fugiu após o crime e ainda não foi preso. O nome dele não foi divulgado. 

Divulgação PM

div

Vítima levou tiros no tórax, na cabeça e nos braços 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO