APOIO CULTURAL

Ginco promove noite de música e vinho em noite especial no Mahalo



Separados, música e vinho já são bons! Imagine os dois juntos em uma noite inesquecível de apresentação da história da música e vinho, aliado à uma performance encantadora do maestro da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Fabrício Carvalho.

Na noite desta quinta-feira (17) a Rádio Centro América com o apoio da Ginco Urbanismo, realizou o evento “Música e Vinho”, no Restaurante Mahalo. O evento contou com a participação da sommelier Kezia Giugni, que contextualizou e relacionou uma seleta carta de vinhos com diversas localidades ao redor do mundo.

Sucesso de público, o evento contou com a participação de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), convidados especiais e diretoria da Ginco Urbanismo. 

Na ocasião, foi apresentado também o Ginco Supremo Itália, próximo empreendimento a ser entregue pela incorporadora em Cuiabá. Com apenas 198 unidades com metragens de 720 m² a 1800 m², este promete ser o condomínio horizontal mais exclusivo da capital, com diferenciais como fiação subterrânea e academia com piscina coberta com raias. O empreendimento está localizado no bairro Jardim Itália, uma das regiões mais nobres de Cuiabá, exatamente ao lado do Parque Tia Nair. 

Com 15 anos de sucesso sólido no mercado de construção civil, a Ginco conta ainda com um histórico de empreendimentos entregues 100% no prazo estabelecido. Com o Supremo Itália não será diferente: a entrega está prevista para novembro deste ano, sendo este o oitavo empreendimento entregue pela Ginco, em Cuiabá e Várzea Grande.

Com o sucesso do evento, novas edições já estão programadas para acontecer em breve. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER