22.10.2019 | 11h55


VOOS INTERNACIONAIS

Secretário: Cuiabá vai funcionar como mastro para países da América do Sul

Liberação dos voos depende da Receita Federal e deve ocorrer em dezembro, com isso, o Governo prevê salto no turismo e apresenta série de obras na Chapada dos Guimarães.


DA REDAÇÃO

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, César Miranda revela em entrevista ao , que no plano do Governo para impulsionar o turismo mato-grossense está a internacionalização do Aeroporto Marechal Rondon, prevista para dezembro, uma série de projetos estruturantes em cartões postais do Estado e, possivelmente, até a gestão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, se o Governo Federal liberar a concessão.

Na entrevista, o secretário comenta que é um absurdo Cuiabá ainda não ter os voos internacionais liberados, apenas por empecilho da Receita Federal, devido ao espaço da alfândega, o que está sendo solucionado, resta servidores serem enviados para esse serviço e, Cuiabá, por estar no Centro Geodésico da América do Sul, vai poder operar como um “mastro” para demais países como Argentina, Paraguai, Bolívia e Chile.

Miranda garante que o Aeroporto Marechal Rondon tem adequação e fluxo suficiente para que rotas internacionais passem a operar. A meta é poder receber turistas de toda parte do mundo, inclusive da Europa.

Quanto às ações de turismo em Chapada dos Guimarães, onde o Governo Federal estuda privatizar o parque nacional, ele pontua que Mato Grosso já pediu a liberação para fazer as obras em pontos turísticos, como a ponte de vidro sobre o Portão do Inferno e declarou interesse em administrar toda a região turística.

Veja o vídeo:











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO