25.07.2017 | 18h10


ENTREVISTA / SAÚDE SEXUAL MASCULINA

Falta de ereção matinal é sintoma de testosterona baixa, diz médico; saiba o que fazer

A ereção matutina evidencia o nível de testosterona e deve acontecer ao longo da vida. "O testículo tem que funcionar a vida toda", diz médico


DA REDAÇÃO

O endocrinologista Marcelo Maia é o convidado do para falar esta semana da saúde do homem. Nos últimos anos vem crescendo, por conta, principalmente do estresse, os casos de homens, relativamente jovens, que apresentam baixos níveis de testosterona, o hormônio que dá as características masculinas, como força, agilidade, voz grossa e produção de esperma e espermatozóides.

"A testosterona é o hormônio do bem estar masculino; Apesar de ser focado na parte sexual, testosterona é muito mais que isso. Uma das principais manifestações de seu desequilíbrio é a perda da libido e a ausência de ereção matutina", pontuou.

Independente da idade, ele explicou que a  ereção matutina evidencia o nível de testosterona e deve acontecer ao longo da vida. "O testículo tem que funcionar a vida toda, lógico que a qualidade do espermatozóide cai, mas ele pode reproduzir ao longo da vida, diferente da mulher".

Ele explica que o desejo sexual é muito importante para ativar todas as vias para a ereção de qualidade. "Deve-se investigar para saber se existe orientação para reposição hormonal. Ela é bem vinda, deve ser bem acompanhada e não pode ser banalizada", afirma o médico. 

Confira a entrevista na íntegra:  











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO