09.02.2020 | 08h10


ENTREVISTA / APOSENTADORIA MAIS CARA

Deputado: Previdência de MT foi roubada; o problema não é o servidor

João Batista aponta a má gestão e corrupção como causas do déficit de R$ 48 bilhões, segundo o Governo do Estado, sendo de R$ 1,300 bilhão ao mês e afirma que sem combater esses males outra reforma será feita em alguns anos.


DA REDAÇÃO

Em entrevista ao , o deputado estadual João Batista (PROS), que é presidente da CPI da Previdência, na Assembleia Legislativa, classifica como desnecessários diversos pontos da reforma, que está sendo feita sobre as novas regras da aposentadoria dos servidores do Estado.

O discurso do governo de que a Previdência nossa quebrou porque hoje temos quantidade maior de servidores inativos do que efetivos

“Essa conversa de que o Estado está aportando recurso que era para a Saúde Pública, Educação, para fazer o pagamento dos aposentados e que hoje o cidadão está vivendo mais, já caiu por terra. Está comprovado que a Previdência está deficitária porque ela foi roubada”, protestou João Batista.

Na entrevista, ele aponta a má gestão e corrupção como causas do déficit de R$ 48 bilhões, segundo o Governo do Estado, sendo de R$ 1,300 bilhão ao mês e afirma que sem combater esses males outra reforma será feita em alguns anos para aumentar ainda mais o desconto nos salários dos servidores e aposentadorias.

O deputado também comenta que há 37 anos atrás uma CPI parlamentar já havia apontado série de irregularidades financeiras na Previdência de Mato Grosso. A CPI busca informações para punir os responsáveis.

Veja a entrevista:

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

marta  10.02.20 10h31
pode procurar depois da era dante só piorou, veio blairo maggi silval, e a previdencia começou a dar prejuizo, por que desviaram o dinheiro da previdencia para outras coisas isso é fato, ai depois querem colocar culpa no servidor.

Responder

7
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO