20.11.2018 | 08h00


VEJA VÍDEO

"A consciência negra independe do tom de pele", destaca presidente do Instituto de Mulheres Negras

Para Antonieta Luisa da Costa, o racismo existe e muitos praticam confiando na impunidade


DA REDAÇÃO

Em entrevista ao site , a presidente do Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (Imune), Antonieta Luisa Costa, afirmou que é preciso ir além da política de eventos temáticos realizados neste mês de Consciência Negra, destacando as diversas políticas de ações afirmativas, principalmente na educação, como a lei 10.639, que trata da questão étnico-racial.

Para a pedagoga e geógrafa, também Conselheira Estadual de Educação de Mato Grosso, a lei é um trabalho efetivo no cotidiano escolar. "A educação tem um papel fundamental na transformação da sociedade. Quando eu educo o meu aluno, a minha aluna para entender a diversidade, para viver essa diversidade, entendendo que meu coleguinha negro tem as suas características, seu cabelo pixaim, sua pele escura, e tem os mesmos direitos que eu, os mesmos anseios que eu com meu cabelo liso, com meus olhos azuis, ou não, a gente precisa entender que o nosso país tem essa diversidade", pontuou.

Para Antonieta, a consciência negra independe do tom de pele. Ela comentou que o racismo existe, porém muitos o praticam confiando na impunidade brasileira. Para a pedagoga, o racismo é um problema que afeta até mesmo negros que conseguiram prosperar financeiramente. "Se o racismo fosse social, Thais Araújo,  Sheron Menezes, Maju, Lázaro Ramos não seriam discriminados, pois são economicamente bem-sucedidos, mas você percebe como o país é racista, que, apesar da inserção social as pessoas ainda vão na sua rede social te discriminar".

Quando se trata das mulheres, ela alerta que é ainda mais difícil, pois mulheres negras sofrem triplamente a agressão.  Para se ter uma ideia, o Dossiê das Mulheres Negras do Brasil aponta que as mulheres negras da região Centro-Oeste se encontram em pior estado de exclusão.

Confira a entrevista na íntegra: 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

maria elisabeth souza  20.11.18 10h32
Antonieta, mulher maravilhosa e competente.

Responder

0
0

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com a Lei ou acha que Bolsonaro deve vetar

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

A aprovação da lei é que é um abuso; veta Bolsonaro

Não sei acho que não muda nada

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER