16.07.2019 | 19h21


ESCUTAS CLANDESTINAS

Zaqueu: Paulo Taques entregou números para grampear e dinheiro para esquema



O ex-comandante da Polícia Militar, coronel Zaqyeu Barbosa fez várias declarações, em depoimento, nesta terça-feira (16), sobre as escutas telefônicas clandestinas que complicam diretamente o ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques.

Entre elas, a afirmação de que ele entregou pessoalmente números para que fossem grampeados, além de ter recebido R$ 12 mil em espécie das mãos do Paulo Taques para custear as escutas clandestinas.

O militar explicou que a partir de certo momento, o sistema Wytron passou a não dar conta da demanda e por isso foi necessário a troca para o sistema Sentinela. A mudança aconteceu com a autorização de Paulo Taques que prometeu aporte de R$ 40 mil, no entanto, os recursos não vieram e o coronel Evandro Lesco passou a fazer empréstimos para bancar o esquema de grampos. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER