29.05.2020 | 08h59


DIRETO AO PONTO / DINHEIRO DA SAÚDE

Vereadores rejeitam fiscalizar gastos com a covid; Emanuel abre números para população



Por maioria, a Câmara de Cuiabá rejeitou o requerimento de autoria do vereador Dilemário Alencar (Podemos) que solicitava a instalação de uma comissão especial temporária para fiscalizar os gastos da Prefeitura de Cuiabá dos recursos recebidos para o enfrentamento ao coronavírus (covid-19).

No documento, Dilemário afirma que a prefeitura já recebeu R$ 24 milhões do Governo Federal e mais R$ 10,8 milhões da Câmara Municipal, além dos R$ 200 milhões que irá receber da União.

Por outro lado, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) colocou uma nova função no Portal da Transparência para que a população tenha acesso aos gastos para combater a proliferação da covid-19 na Capital.

A medida também cumpre com as determinações da Lei Federal n° 12.527, que garante o acesso às informações produzidas pelas entidades públicas de todas as esferas. 

Para ingressar no painel, o cidadão deve entrar no site da Prefeitura de Cuiabá e acessar o Portal da Transparência.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

ROSINO BOMFIM  29.05.20 10h30
Lula comprava a maioria e governava TRANQUILO.Até a PF chegar.

Responder

8
2

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO