23.10.2019 | 11h30


NOVA COMPOSIÇÃO

Um dia após nomear membros da CPI da Energisa, Botelho troca integrantes



Após ter anunciado os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra a concessionária de energia elétrica, a Energisa, na terça-feira (22), o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), alterou os integrantes que compõem a comissão no ato publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (23). 

O líder do governo Dilmar Dal Bosco (DEM) que estava na lista dos membros titulares foi para suplência no lugar de Thiago Silva (MDB) que, agora, passa a ser titular. O petista Valdir Barranco vai integrar a CPI como suplente no lugar do delegado Claudinei (PSL). 

Durante a sessão vespertina de terça-feira, Botelho explicou que remanejou Dilmar para suplência atendendo pedido feito pelo parlamentar  e que incluiu Barranco na suplência após solicitação da líder da Bancada Resistência Democrática, deputada Janaina Riva (MDB). 

A CPI foi instituída no último dia 11 para investigar a atuação e os serviços prestados pela Energisa. Os membros terão o prazo de 180 dias, podendo ser prorrogado pelo mesmo período para concluir os trabalhos de investigação. 

O deputado Elizeu Nascimento (DC) será o presidente da comissão.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO