27.07.2011 | 09h43


DIRETO AO PONTO

Toque de caixa

Com a saída de Pagot, o governo espera encerrar a pior parte da crise que há 24 dias assola a pasta. O Ministério dos Transportes é alvo de suspeitas de corrupção após reportagem da revista "Veja", no dia 2 de julho, revelar um suposto esquema de pagamento de propinas em obras federais. Será que acabou mesmo? Vem aí a Copa do Mundo e com ela uma enxurrada de obras que estão atrasadas e que, por isso, serão feitas a toque de caixa. Pra bom entendedor...











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO