13.08.2019 | 17h23


VAI SE APOSENTAR POR INVALIDEZ

TCE republica exoneração de advogado pai de deputado e diz que foi a pedido



O advogado Naime Márcio Martins Moraes, pai do deputado Ulysses de Moraes, foi exonerado - segundo ele a pedido - do cargo de assessor que ocupava no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Naime era lotado no gabinete do conselheiro substituto João Batista de Camargo Júnior e recebia salário de R$ 13,2 mil.

A decisão foi assinada pelo presidente do TCE Domingos Neto e publicada no Diário de Contas, que circula nesta terça-feira (13). Na segunda (12) o D.O publicou que Naime havia sido exonerado. O TCE passa por monento de cortes de despesas. 

Conforme apurou a coluna, o advogado está com um problema cardíaco grave e deve se aposentar por invalidez.

Em junho passado, o pai de Ulysses sofreu um princípio de infarto e foi internado no Complexo Hospitalar de Cuiabá, quando se submeteu à colocação de um stent - uma espécie de tubo flexível (geralmente de metal, aço e ligas de cromo e cobalto) que é inserido numa artéria para melhorar o fluxo sanguíneo.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO