19.04.2019 | 08h15


ALUGUEL DE CARROS

TCE barra pregão milionário após prefeitura 'impedir' empresas pequenas na disputa



O Tribunal de Contas do Estado (TCE) cancelou o processo licitatório de R$ 1,1 milhão que previa a contratação de carros alugados para atender a Prefeitura de Sorriso (395 km de Cuiabá). A decisão do conselheiro interino Moisés Maciel interrompeu a abertura de envelopes estava prevista para ocorrer na quarta-feira (17) depois que a empresa Luiz Viana Transportes Ltda. entrou com representação de natureza externa para contestar o pregão presencial 043/2019.

Na representação a Luiz Viana alegou que exigir comprovantes de licenciamento da frota antes mesmo de ocorrer o pregão prejudicou a livre concorrência de pequenas empresas que poderiam prestar o serviço com menor preço.

Diante do exposto, o conselheiro do TCE determinou que o prefeito Ari Lafin (PSDB) suspendesse o pregão até o julgamento do mérito, além de encaminhar, em cinco dias úteis, cópia integral do Processo de Licitação. A multa diária em caso de desobediência de 30 UPFs.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Cuiabano  19.04.19 20h26
O cunhado do prefeito está sozinho na licitação por isso barrou os pequenos.e só investigar

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER