07.01.2020 | 14h30


PROTESTO NA ASSEMBLEIA

Servidores se mobilizam para impedir votação da nova alíquota da previdência



Os servidores públicos estaduais prometem protestar, nesta terça-feira (07), na Assembleia Legislativa, para tentar modificar o projeto do Governo que altera a alíquota previdenciária de 11% para 14%.

A proposta esta na lista de pautas que devem ser votadas pelos deputados estaduais durante a sessão desta terça.

O Fórum Sindical, que representa as categorias dos servidores públicos, defende que a votação seja adiada e que haja mais discussão sobre o tema. Além disso, argumenta que a mensagem trará prejuízos aos servidores, principalmente, aos aposentados, pois, aplicará a nova alíquota a partir de quem ganha um salário mínimo.

O projeto do governo segue a mesma linha da reforma da Previdência aprovada pelo Congresso Nacional e, no primeiro momento, aumenta apenas a contribuição previdenciária.

O governador Mauro Mendes (DEM) decidiu destrinchar a proposta porque o Governo Federal fixou o prazo de até 31 de julho de 2020 para que Estados, o Distrito Federal e os Municípios adotem algumas medidas da reforma nacional, entre elas a alíquota previdenciária.

Antes de encerrar as sessões de 2019, os deputados aprovaram a dispensa de pauta do projeto. A medida permite que a proposta tramite sem que haja necessidade de aguardar prazos de pedidos de vista.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO