15.07.2019 | 14h46


QUINTO CONSTITUCIONAL

Promotor já costura acordo para indicação na vaga de desembargador



Um conhecido promotor do MPE, de olho em vaga de desembargador, já estaria muito bem respaldado para o intento. De acordo com o artigo 94 da Constituição, um quinto dos lugares dos Tribunais de Justiça dos Estados deve ser composto de membros do Ministério Público, com mais de dez anos de carreira, e de advogados de notório saber, reputação ilibada e com mais de dez anos de atividade.

Esses nomes são indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes. Daí vem o termo Quinto Constitucional. Até aí, nada demais. Acontece que o promotor  teria sociedade com um influente secretário em empreendimento que envolve terra e, segundo fontes da coluna, a proximidade de ambos é tanta, que um apoio para rito que define vaga, já estaria costurado. Façam suas apostas!











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER