22.07.2019 | 10h35


DEPUTADO PEDIU CABEÇA

Orçamento da UFMT é maior que de cidade com 250 mil habitantes



A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) iniciou o ano com dívidas de R$ 14 milhões, sem incluir os R$ 5 milhões devidos à empresa Energisa (que já foram reparcelados), além de diversos contratos em atraso. A reitora da UFMT, Myrian Serra afirmou que estima que a instituição deve entrar em 2020, com rombo de R$ 60 milhões.

Ela culpa o contingenciamento do governo federal, que, segundo ela, segura R$ 34 milhões em repasses. A coluna fez as contas e constatou que o orçamento da UFMT previsto para este ano é de R$ 1 bilhão e 27 milhões. Maior que o da cidade de Várzea Grande, com 250 mil habitantes.

A prefeitura tem orçamento previsto para 2020 de R$ 928 milhões. A UFMT tem cerca de 38 mil alunos e 145 cursos. Hoje a UFMT tem mais de 90 contratos e o levantamento total da dívida da instituição ainda está sendo feito. 95% do orçamento é consumido com folha de pagamento











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

joana  22.07.19 16h26
as dividas são deste ano? o contingeciamento é. os salarios altos de professor com dedicação exclusiva que não trabalha todos os dias ninguem fala nada ne

Responder

1
1

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO