04.06.2019 | 15h15


VENDEDOR DE SENTENÇA

No semiaberto e sem OAB, desembargador vira assistente jurídico em escritório



O desembargador aposentado Evandro Stábile, que cumpre pena no regime semiaberto, está atuando como assistente jurídico no escritório de advocacia Maluf & Sasaki, o mesmo que fez sua defesa no processo em que foi condenado a seis anos de prisão por venda de sentença.

Stábile ganhou a liberdade no último dia 20 de maio, após conseguir o direito a progressão de pena. Ele cumpriu apenas oito meses no regime fechado.

Agora, o desembargador, que virou assistente de advogado, trabalha 30 horas semanais como uma das medidas cautelares impostas pela Justiça. No entanto, a coluna apurou que Evandro Stábile não precisaria trabalhar porque é aposentado, mas ele optou por atuar em sua área de formação.

Porém, Stábile não pode advogar porque perdeu carteira junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT) à época que foi condenado por negociar sentença em troca de propina quando era presidente do Tribunal Regional Eleitoral.

 

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO