19.05.2020 | 08h01


DIRETO AO PONTO / POLÊMICA DA HIDROXICLOROQUINA

Mauro: Temos cloroquina e outros remédios, mas quem decide são os médicos



“Sou engenheiro por formação e estou governador. Não é minha atribuição fazer receita médica. Quem vai dizer que remédio vai ser dado serão os médicos que estão tratando o paciente. É responsabilidade do médico o cuidado com o paciente. Temos (Estado) cloroquina e outros remédios, mas quem decide são os médicos”, afirmou o governador do Estado, Mauro Mendes, ao ser questionado sobre a orientação do governo federal que deve passar a ser de usar hidroxicloroquina nos casos leves de covid-19.

Até o momento, a indicação para o uso da cloroquina é para pacientes covid-19 hospitalizados em estado grave e críticos. Mas na última sexta-feira, o governo federal soltou uma nota afirmando que está atualizando esse protocolo.

A declaração do governador foi durante uma entrevista ao vivo, na manhã desta terça-feira, à rádio Jovem Pan Cuiabá FM 93.3.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

ROSINO BOMFIM  19.05.20 09h42
Se esta funcionado em pacientes em estado grave...POR QUE NÃO USAR NO INÍCIO DA DOENÇA ?? Só por que a Globo e a esquerda são contra o presidente ??

Responder

7
10
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO